Uma carta de amor ao WordCamp

Pode ser que tenha dúvidas sobre se deve vir ao WordCamp Lisboa ou não. Nós percebemos isso. Afinal, quantas foram as “conferências” e “seminários” a que já fomos, onde só faltou adormecer (eu eu cá lembro-me de pelo menos uma onde nem isso faltou).

É muito difícil transmitir em quê é que o WordCamp não é um evento como os outros eventos e chega ás vezes a parecer-se mais com uma churrascada entre amigos do que propriamente como um evento dedicado a umas poucas linhas de código. Pronto, não são assim tão poucas, mas mesmo assim. Quando li este artigo do Reid Peifer, que foi ao seu primeiro WordCamp na semana passada, pensei que talvez ajudasse a ilustrar um bocadinho mais a diferença.

A couple hours into the event it hits me how totally unique and wonderful it is. The audience ranged from experienced hard core developers, to people that had never logged into the admin before. I sat across from some folks who were coming to WordCamp to help launch a new career and they were getting a guided tour all for $20. The people speaking were there because they were truly excited about the work that they were doing and felt compelled to share it. It wasn’t a show-and-tell of “how awesome am I” – it was a “look at all the amazing things we can do.” I’m sure that there are other fields and events where people come together in this fashion, but I’ve never experienced it.

Reid Peifer- A love note to WordCamp

Afinal 20 € já não parece tanto para uma experiência destas…

Uma ideia sobre “Uma carta de amor ao WordCamp

  1. Pingback: WordPress | Portugal » WordCamp Lisboa: notícias da semana

Os comentários estão fechados